Quarta, 09 Janeiro 2019 17:57

BANCOS FECHARAM 1.540 POSTOS DE TRABALHO

 

Nos onze primeiros meses de 2018, foram fechados 1540 postos de emprego bancário em todo o país. Só a Caixa Econômica Federal foi responsável pelo fechamento de 1058 postos no período. Outros bancos, como Itaú, Unibanco, Bradesco, Santander e Banco do Brasil fecharam 640 postos.

O estado do Rio de Janeiro foi o que mais demitiu nos onze primeiros meses do ano, com 908 postos fechados.

Estimulados pela política econômica do governo golpista de Michel Temer, os bancos vêm implementando seus projetos discriminatórios, prejudicando os profissionais, concentrando suas contratações nas faixas etárias até 29 anos, em especial entre 18 e 24 anos.

 

Desigualdade entre Homens e Mulheres

 

As mulheres continuam ganhando menos do que os homens. As 13.181 mulheres admitidas nos bancos nos primeiros onze meses de 2018 receberam, em média, R$3.684,21. Esse valor corresponde a 74,9% da remuneração dos homens.

 

Reflexos da Reforma Trabalhista

 

Apesar da Reforma Trabalhista, os bancários não se acovardaram e seguem liderando as reclamações trabalhistas na Justiça do Trabalho, embora tenha diminuído sensivelmente o número de ações em todo o país.

As informações são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), levantamento efetuada pelo Ministério do Trabalho, e a análise do Emprego Bancário, realizado pela Contraf – Confederação Nacional do Ramo Financeiro e pelo Dieese.