Segunda, 08 Julho 2019 14:40

MP881 de Bolsonaro prevê trabalho aos sábados para bancários

Governo quer também fim das CIPAs e das fiscalizações de segurança no trabalho. Bancários podem protestar em consulta pública no site do Senado Federal
Escrito por Gabriel de Oliveira

Formulada pelo Presidente Jair Bolsonaro em abril, a chamada “Medida Provisória da “liberdade econômica” foi oficializada no Diário Oficial em junho e deve ser avaliada pelo Senado Federal no dia 10 de julho. Sob argumentos de desburocratização para o pequeno empreendedor, essa medida retira a obrigatoriedade de vistorias de órgãos como Bombeiros, Vigilância Sanitária e Defesa Civil, além da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes), quando as atividades “forem consideradas de baixo risco ambiental e segurança”. Com isso, empresas que cometerem irregularidades nas questões de segurança e saúde nos locais de trabalho não serão mais multadas ou punidas. .

Se a proposta do governo for aprovada, a medida afeta diretamente os bancários, colocando em risco a saúde e as condições de trabalho da categoria. A volta do trabalho aos finais de semana é outro aspecto da MP que prejudica os bancários, tornando legal um antigo sonho dos banqueiros, o de permitir o trabalho nos finais de semana, extinguindo uma conquista histórica da categoria, que é a jornada de trabalho de segunda a sexta-feira.

“Essa proposta mostra que o trabalho realizado aos sábados no Santander pode ter sido uma experiência, em que os funcionários foram usados como cobaias, na expectativa dos banqueiros de aprovar esta Medida Provisória no Congresso Nacional”, avalia o diretor do Sindicato, Marcos Vicente.

Em junho, o Sindicato realizou vários protestos até conseguir suspender o trabalho aos sábados no Santander, que o banco alegava ser uma atividade “voluntária”, o que não é verdade, como comprovou o movimento sindical, em visitas às unidades onde os funcionários tiveram de trabalhar nos finais de semana, como na agência Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio.

 

Saiba como protestar

 

O Senado Federal disponibiliza em seu site, uma pesquisa de opinião pública (link https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaomateria?id=136531) a respeito da aprovação ou não da medida, que impacta não somente na vida dos bancários, mas de toda a classe trabalhadora com o provável aumento de acidentes no trabalho e elevação da jornada de trabalho. Até o fechamento desta edição, a parcial era de 1.126 votos contra o projeto e apenas 657 votos a favor da proposta. Participe e vote contra mais esta maldade do governo contra o trabalhador.